Choque térmico e o ar condicionado. Veja alguns cuidados

Com certeza você já ouviu alguma vez a seguinte expressão: cuidado com o choque térmico! Porém, muitas pessoas não sabem ao certo o que esse termo significa. No post de hoje, vamos entender o que acontece no nosso corpo com o choque térmico e qual a sua relação com o uso do ar-condicionado! Afinal, todo cuidado é pouco quando o assunto é saúde e conforto!

O choque térmico consiste na mudança brusca e repentina da temperatura corporal. Esse fenômeno pode acontecer em diversas situações simples do nosso dia a dia, como sair de um banho quente e ir imediatamente pendurar a toalha no quintal em um dia frio, ou estar brincando embaixo do sol e mergulhar imediatamente em uma piscina de água fria.

Mas por que o choque térmico acontece? O nosso organismo leva certo tempo para se adaptar às mudanças de temperatura. No calor, nossas veias estão mais dilatadas e, ao nos deslocarmos para um ambiente muito mais frio, nossas veias se contraem rapidamente, dificultando a passagem do sangue. Esse fenômeno contribui para o aumento da pressão arterial e, consequentemente, do esforço que o coração tem para bombear sangue para todo o corpo.

Por conta do choque térmico, é importante tomar alguns cuidados ao entrar e sair de ambientes climatizados com o ar-condicionado. Veja algumas dicas:

1. Se a temperatura normal do ambiente estiver muito quente, e você estiver por muitas horas dentro de uma sala climatizada pelo ar-condicionado, procure desligar o aparelho, ou aumentar a temperatura, alguns minutos antes de sair;

2. Procure deixar a temperatura na casa dos 25°C, que é uma temperatura confortável para o organismo humano;

3. Não entre no quarto climatizado pelo ar-condicionado ao sair de um banho muito quente. Procure se secar e vestir a roupa no banheiro, que já está aquecido pelo vapor da água do chuveiro. Só entre no quarto quando estiver seco e vestido;

4. Procure evitar ficar saindo e entrando por várias vezes na sala climatizada se o ambiente externo estiver muito quente. Lembre-se que o seu corpo precisa de uma temperatura estável para funcionar normalmente.

Tomando todos esses cuidados, você evita alguns dos sintomas do choque-térmico, que são: incômodos e mal estares, arritmias cardíacas, alterações pulmonares, paralisia facial e até parada cardíaca, nos casos mais graves.

Fonte: blog.newtemp.com.br